Reboques Vale do Aço – Case de Sucesso Marketing Online em Ipatinga

Acessar site

A reboques Vale do Aço é uma das empresas que contaram com os nossos serviços de marketing online em Ipatinga. Eles não só desenvolveram o site conosco, como também inverstiram em produção de conteúdo online para blog e gerenciamento de Google Ads. Dessa maneira, eles conseguiram uma média de 400 visitas gratutias por dia e algumas pagas, que têm garantido até 20 cotações por dia para a empresa.

Exemplo de Relatório de retorno do Investimento em Marketing Online com a eSites

A seguir, é possível ver o relatório de retorno do investimento em marketing online e diagnosticar algumas questões relacionadas.

Na primeira coluna da esquerda, encontram-se as fontes de tráfego (Google, Tráfego Direto, Facebook, Youtube), na segunda coluna, os usuários e, na terceira, o número de cotações recebidas por cada origem. Na linha do gráfico, nota-se uma azul mais escura (as visitas) e outra clara (as cotações). Assim, percebe-se que as cotações pararam de ser contabilizadas durante algum tempo, isso aconteceu após o período em que atuamos na produção de conteúdo do site e um novo contratado para gerenciamento do sistema alterou alguras configurações. Um tempo depois, fomos finalmente contratados para gerenciamento do Google Ads, em que a empresa paga ao Google por clique em palavras-chave específicas. Então, reativamos a mensuração dos resultados disponíveis via plataforma da eSites e começamos a definimos algumas palavras-chave para buscas específicas. Sendo assim, apesar de o número 4 mil já expressar um grande número de cotações advindas do nosso trabalho, é bem verdade que este resultado é muito maior do que o expresso no gráfico.

Plataforma para gestão dos clientes (CRM)

A plataforma de cotações online da eSites é integrada a um sistema de gestão de clientes, também chamado no mercado de CRM (Client Relationship Manager). Esse sistema permite abordar usuários após um tempo e verificar as conversas anteriores, bem como qual foi o seu interesse primário. Ademais, nosso CRM é vinculado a um sistema de e-mail marketing para os que assimam os nossos planos mais avançados. Dessa forma, você pode sempre verificar como está sendo realizado o trabalho dos seus funionários e conferir a produtividade de cada colaborador pela vizualização da alteração de status de cada pedido na plataforma de gestão de clientes. A seguir, disponibilizamos algumas telas que elucidam melhor sobre o que estamos falando.

Gestão de relacionamento com clientes, CRM

Na tela anterior, é possível ver a lista de pedidos na coluna mais a esquerda, em seguida, a data em que o usuário entrou em contato, o status do atendimento (que pode ser personalizado e integrado a gateways de pagamento, como CIELO, Pagseguro ou Paypal), as informações acerca do endereço do usuário e o total montetário vinculado ao produto. Na última coluna, são disponibilizados botões para gerar o PDF relacionado à fatura do pedido, o que auxilia nos setores financeiros e de produção da empresa.

Ao clicar em um pedido, abre-se a tela acima, onde é possível alterar o status desse enviando-se e-mails relacionados previamente definidos, bem como executar a verificação de conversas anteriores e os produtos de interesse do usuário em questão. Ademais, endereço e informações de pagamento (quando o e-commerce está ativo) fica vinculado à pessoa.

Plataforma de gestão de clientes integrada ao WhatsApp

Não bastasse toda essa tecnologia de ponta disponível em nossa plataforma para gestão de clientes e pagamentos, ela também é integrada ao WhatsApp, pois todos os pedidos aparecem em um botão no topo do site à direita, que pode ser acionado para enviar mensagens automáticas aos usuários que fizeram algum pedido de cotação na plataforma. Ademais, quando o pedido é realizado, a tela final pode redirecionar automaticamente para o WhatsApp, colocando a pessoa em contato direto com os seus vendedores. No vídeo a seguir, mostramos como é feito o envio de mensagens automáticas relacionadas aos pedidos para o WhatsApp do cliente e, mais adiante, disponibilizamos outro vídeo que ilustra como é o redirecionamento automático de um pedido para o WhatsApp do usuário.

Sistema de gestão de clientes integrado ao WhatsApp

Plataforma de cotação redireciona pedido para WhatsApp

O que pode ser melhorado na Reboques Vale do Aço

Infelizmente, todos os produtos da Reboques Vale do Aço ainda são por cotação não automatizada, pois, apesar de um e-mail ser enviado ao vendedor e cliente, esses ainda passam por um contato em que o preço é, finalmente, dispobilizado. Contudo, alguns dos produtos poderiam ser vendidos diretamente no site e algumas cotações poderiam já contar com o preço no envio do e-mail inicial. Além disso, a empresa também não tem usado o sistema de gestão de clientes da eSites, o que poderia propiciar as integrações com WhatsApp e e-mail marketing em um plano de assinatura da nossa plataforma mais completo. Ademais, isso facilitaria a análise e disponibilização de relatórios de retorno de investimento em marketing online mais avançado, como o disponibilizado a seguir.

Relatório de Retorno sobre o Investimento por Grupos de Anúncios

Nesse relatório, é possível ver os grupos de anúncio a esquerda, bem como a sua performance no Google Ads nas colunas posteriores e as conversões resultantes nas últimas colunas, como o “inscreva-se”, que alcançou um custo por conversão de R$ 66,00 para cada pessoa matriculada no vestibular da faculdade do exemplo em questão.

Neste relatório, verifica-se as conversões por origem, não só do Google Ads. O que seria possível fazer com maior precisão se a Reboques Vale do Aço adotasse o nosso sistema de gestão de clientes.

O vídeo a seguir mostra como está o atual modelo de pedido de cotação da Reboques Vale do Aço, onde um pop-up com um formulário de contato se abre para o pedido ser realizado sem que a página se recarregue. Esse formato tem servido à empresa muito bem, contudo ele não se integra à nossa nova plataforma de gestão de clientes online vinculada ao e-mail marketing e WhatsApp. Ademais, não permite a disponibilização de um relatório de retorno do investimento em Google Ads mais acertivo, que permita maior otimização da publicidade online automatizada, pois com acesso aos acordos que foram fechados, a eSites poderá saber quais os anúncios que realmente estão trazendo mais retorno à empresa.

Outro fator que chama a atenção no vídeo sobre como a plataforma de cotação da Reboques Vale do Aço funciona é o fato de haver muitos campos a serem preenchidos, na expectativa de que isso qualifique mais os pedidos, todavia, esse é um erro que muitos empresários cometem, mas que, no entanto, não é realidade, já que o maior fator de qualificação do contato (também chamado de lead por muitas agências de marketing online) em casos nos quais o frete é um dificultador, é a palavra-chave e o raio de investimento no anúncio. A imagem a seguir, retrata bem como essas palavras-chave são definidas por meio do planejador de palavras-chave do Google Ads (Google Keyword Tool).

Planejador de palavras-chave do Google

O exemplo em questão mostra as palavras-chave mais digitadas no buscador para o mercado de advocacia em uma cidade específica com um raio de 25 km em torno dela, bem como a expectativa do custo do clique para se aparecer nas primeiras posições. Contudo, essa expectativa nem sempre é real, pois temos visto clique mais baratos do que essas previsões. Já o volume de buscas mensais tem se mostrado em acordo com a realidade posterior observada nos relatórios de retorno do investimento em marketing online no Google Ads via Google Analytics e retorno do investimento em produção de conteúdo para o blog no Search Console.

Relatório do Google Webmaster Tools

Este relatório foi coletado logo no início do trabalho de produção de conteúdo para a Reboques Vale do Aço e retrata o posicionamento de algumas palavras-chave no Google a cada busca por ela, bem como as vezes em que o site apareceu em cada pesquisa. Sendo assim, o Google Keyword Tool serve tanto para definir o anúncio da empresa quanto para produzir conteúdo no blog dessa. É importante ressaltar, então, que o Google Analytics serve mara para o Google Ads e verificação do comportamento do usuário no site e o Search Console, para se analisar o comportamento do site no Google.

Erros comuns no Google Ads para o marketing online

1.1) Google Ads não é para a “palavra da moda”

Muitos usuários, de acordo com o que está na mídia, acham que a configuração do Google Ads deve ser alterada, como no caso de alguns que desejaram acrescentar palavra “corona vírus” à configuração que estabelecemos. Contudo, o que muda é o volume de buscas.

No exemplo a seguir, um advogado acha que o mercado imobiliário será um bom investimento devido à problemática de algueis posterior a pandemia e a explicação do porque isso não está correto é dada por nós.

2.2) Achar que o máximo de palavras-chave no Google é o melhor

Muitos usuários acham que o ideal é colocar o máximo de palavras-chave possíveis, inclusive alguns que se dizem profissionais na plataforma. Entretanto, a verdade é que não tem como aparecer o máximo possível para todas as palavras-chave para a maioria dos orçamentos, pois o volume de buscas é muito grande e o dinheiro investido não é infinito. Sendo assim, o importante mesmo é aparecer o máximo possível para as melhores palavras-chave, que convertem mais. Para isso, o Google Ads deve estar completamente integrado à plataforma fornecedora da landing page, no caso da eSites, todas as ações de contato que acontecem no site do cliente é automaticamente integrada ao Google Analytics, que é vinculado à configuração do marketing online no Google Ads para a geração do relatório de retorno do investimento. Dessa forma, o ideal é colocar poucas palavras-chave e ter certeza de que você está aparecendo 100% para todas elas, ou, ao menos, 100% das vezes para a melhor delas.

2.3) Achar que um serviço de qualidade sempre inclui conversas por telefone e compartilhamento de telas

O mundo mudou e, com ele, velhos conceitos de atendimento, o que significa que ligações ou atendimentos presenciais, e/ou constantes, sem real necessidade pode, muitas vezes encarecer o fornecimento do serviço e dificultar que novos materiais e tutoriais sejam disponiblizados a você. Assim, é importante saber, que, hoje em dia, um estudo constante da parte do clietne é necessário para que melhores resultados sejam alcançados, bem como o entendimento que o tempo do consultor especialista deve ser utilizado para conseguir atender todos, da melhor forma possível, em escala, o que inclui respostas rápidas via WhatsApp e produção de conteúdo técnico com exemplos do cotidiano, como o deste post.

2.4) Errar a análise do relatório em si

Apesar de, no áudio anterior, eu ter concordado com o cliente que o relatório mostra 8 visitas vindas do Google com 2 contatos, quando se analisa novamente mais atentamente a questão, percebe-se que os 2 contatos foram, na realidade, de acesso direto, originados por pessoas que digitaram a URL no buscador. Os usuários advindos do Google Ads aparecem, na realidade, como “Google / CPC”. Assim, o relatório colhido posteriormente, mostra os dados reais da questão e está disponibilizado a seguir.

2.5) Não usar um site com WhatsApp integrado a uma plataforma de CRM

Na imagem a seguir, o usuário, apesar de o relatório mostrar uma coisa, afirma outra. Quando é assim, somente uma ferramenta de gestão de clientes online, pode cofirmar o que está correto nos dados, que, ao menos em parte, se confirmaram corretos, pois algumas das conversões não foram via WhatsApp, mas sim por e-mail, e eu possuía o registro de alguns deles, o que foi passado ao cliente após a verificação de que o número de WhatsApp dele no site estava correto.

Os relatórios do Google Analytics permitem saber que um certo número de pessoas clicaram no ícone do WhatsApp no site para entrar em contato, contudo não é possível ver exatamente quais foram as mensagens passadas pelo usuário apenas por relatórios, nem garantir que o contato foi realmente finalizado. Assim, é importante que antes de se transferir o usuário para o WhatsApp, seus contatos sejam capturados em um atela anterior, para que fiquem guardados em um sistema de gestão de usuários, como o que disponiblizamos aos nossos clientes.

2.6) Achar que o custo do clique está caro por si só

A média que temos visto do custo por clique no buscador varia de R$ 0,25 a R$ 1,50 para a maioria dos mercados e regiões. Desse modo, o custo por clique do relatório acima, se olhado “a seco”, poderia ser considerado caro. Todavia, não é certo fazer esse tipo de análise, pois o valor de uma conversão só pode ser realmente mensurada de acordo com a comparação do que foi efetivamente fechado, pois se o cliente fechou um serviço de 2 mil reais, por exemplo, o custo por conversãode R$ 10,50 apresentado é um valor muito bom, já que o lucro foi incrivelmente superior. Em relatórios de e-commerces, onde o produto é comprado de imediato e não passa pelo vendedor, é possível saber exatamente o que foi fechado ou não, o que reforça a ideia de que toda empresa deveria possuir serviços e produtos que possam ser disponibilizados por meio do e-commerce.

2.7) Clicar no próprio anúncio e bagunçar o relatório e/ou achar que tudo deve ser mudado a todo momento

Nos áudios a seguir, o cliente, por ter intepretado erroneamente os gráficos, acabou, também, me confundindo com a insinuação de que ele havia clicado no próprio anúncio e, posteriormente, no WhatsApp. Contudo, o que ele fez foi acessar o site pelo navegador digitando a própria URL e, então, clicou no ícone do WhatsApp. Isso também bagunça o gráfico, mas menos mal que não gastou o dinheiro da publicidade e não prejudicou os dados deste setor. Além disso, o investimento online deve poder rodar durante um tempo para que dados sejam colhidos e analisados, o que não condiz com ficar trocando de estratégia a todo momento, especialmente para investimentos menores. Segue a conversa de orietanção como exemplo a seguir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossos desenvolvedores estão aqui para responder às suas dúvidas!
👋 Ei, como posso ajudar?